sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Pai, eu sei que neste exato momento tu podes me escutar, então quero te desejar uma boa noite, e saibas que, hoje, eu tentei de tudo, tudo pai. Não te contei ainda, mas taquei-me na escada do hospital tentando chegar o mais rápido possível para perto do senhor. Já havia ligado para todo mundo pedindo ajuda, e no final estava ligando para mim mesma do meu próprio celular, não ria pai rs e não tenho
 o número de vezes que entrei escondida naquele hospital para te olhar, mas vejamos pai, comporte-se bem agora longe de mim, e seja bonzinho ok? A partir de amanhã porei em um pote todas as tardes que não estiveres aqui comigo, pra te mostrar assim que o senhor voltar. Escuta pai, estas noites não pretendo dormir enquanto o senhor não voltar, se me der muito sono eu tiro um cochilo, mas qualquer coisa o senhor já sabe não é mesmo? Me chama,

da tua peteca,

Pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário