sábado, 22 de julho de 2017

15 de julho

Hey, pincesa!? Tu que tanto amas quando escrevo a ti, então vamos lá!
Olha, eu já chorei muito, estão tentando me empurrar água, comida e palavras de conforto, mas de nada adianta... Ontem, em lágrimas fui correndo até a igreja aqui em frente de casa, conversei em prantos com o Tiago, e ele pediu-me para entrar e pedir por ti, eu fiz, eu segurei tanto tua mão... Minha família está muito preocupada comigo, porque eu disse que iria morrer uma semana depois de ti, mas eu só falei isso na hora do desespero, pois só irei daqui para perto de ti quando Deus marcar no calendário o meu dia, então pode ser amanhã ou daqui a 50 anos, me espera. Vai ficar tudo bem, pincesa. Outro dia você me pediu pra eu te perdoar caso você cometesse suicídio e eu disse que jamais te perdoaria, pois isso significava que você não me amava e que era egoísta demais por me deixar sozinha aqui, mas, estou entendendo que preciso ficar sozinha e que há algo maior fora de nosso entendimento, então, eu não estou com raiva de você, eu te perdoo assim como espero que você me perdoe por não ter conseguido te salvar dessa vez (Essa não foi a primeira vez que você tentou cometer suicídio) eu estava tão ocupada estudando para uma prova que veja só, nem farei! Amanhã, você sabe, eu iria fazer uma prova pra tentar passar no concurso do Ibge, mas infelizmente só terá o meu lugar lá, pois tudo o que eu estudei desceu por lágrimas abaixo, não estou nem acertando assinar meu nome, quem dirá fazer essa prova da qual eu já fazia inúmeros planos, caso passasse, de ter uma grana a mais pra gente comer loucamente, porque nosso lema era: boca foi feita pá cumer! Mas agora nada faz sentido, o concurso, meu trabalho, a comida, a água, a vida. Iríamos completar um ano, mas não deu, né, pincesa? Olha, tudo bem, pois nós teremos todo uma eternidade... Engraçado que seu sonho era conhecer meu Pai, devido eu te contar trocentas histórias sobre ele, então agora tu vais conhecer meu Pai, meu lindo Pai, verás que tudo que falei sobre papai era a mais pura verdade, ele vai cuidar de ti nesse começo que deve ser difícil se adaptar em outro lugar, mas depois quero detalhes de como é o céu...
Essa, é a segunda vez que tenho que lidar com a morte da pessoa que mais amo, e não sei muito bem porque tenho que lidar com isso, não sei como vou fazer pra não pirar de novo, mas sei que teu sofrimento acabou, sei que não cabia a mim te manter viva assim como no filme "Como eu era antes de você" eu vou ter que aceitar tua decisão, e te peço desculpas por não ter sido capaz, por achar que tu estavas indo bem, pois estava com teus amigos e sorrindo, mas teu sorriso só carrega dor, tu maquiou bem para nós não conseguirmos ter salvar mais uma vez, e eu só tenho a te pedir desculpas por não ter sido capaz de te tirar dessa merda toda! Eu fiz o que eu pude, eu daria minha vida por ti, mas Deus te quis por lá primeiro, Deus te chamou e eu não posso questionar pincesa, eu só posso pedir pra ele me ensinar a viver sem você, eu só posso pedir pra ele me ensinar a viver novamente, pois disto, de viver, sem você, eu não sei. Eu te amo, meu amor.

-Roberta Laíne.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Pedido de desculpas

Tem algumas coisas que ela não sabe que devo avisar-lhe, então vou fazer dessa folha um diário vago e geral sobre as observações que tenho dela, tendo em vista que jamais conseguiria exprimir através de palavras as sensações que ela me causou. Eu sempre preferi dormir com ela, pois ao invés de dormir ela ficava me olhando, não que eu quisesse uma fã louca e desvairada, mas eu tinha, ela era minha fã e ficava me olhando sem parar, me dava inúmeros beijos antes de dormir, lembro tão ternamente da sua cabeça em meu peito dos seus braços e pernas em meus braços e pernas, sua mão tão suave em meu peito, eu me sentia dona do mundo, eu era dona do mundo, daquele mundo, o nosso mundo. Eu sentia que estava protegendo-a de toda e qualquer coisa ruim, inclusive de mim, eu nunca fui boa com ela depois que apresentei minha paranoia maior. Ela me aguentava, pois no fundo sabia que eu a amava o problema era que eu não me amava! Então você deve trazer a “teoria” de que como eu podia amá-la se não me amava? Como ter a capacidade de amar um ser não conhecendo o amor de si própria? Eu não tenho resposta, mas a “teoria” não é válida para mim, pois eu a amava e enquanto eu não me provei o contrário ser humano algum é possível de prova-lo... mas a questão aqui é ela e não eu, então quero dizer que a pessoa seguinte... Bem você é uma pessoa de sorte! Além de fidelidade você irá encontrar uma grande mulher, do tipo Julia Roberts em Pretty Woman, linda, sensual, elegante, simples e inteligente! Tudo isso em uma pessoa só, mas infelizmente não tive a capacidade de ser Richard Gere, eu passei despercebida pela mulher mais linda que você vai encontrar, você tem sorte, eu só tenho a realidade da solidão. Eu só quero que ela saiba que talvez eu consiga ficar bem com a minha cabeça, e que, ao olhar para trás eu irei me arrepender de ter jogado uma semente de girassol para fora do meu mundo, do meu coração. 

- roberta laíne

terça-feira, 4 de julho de 2017

Minha cabeça é uma cidade desconhecida [...]       Que faz frio e é noite todos os dias...

- roberta laíne


segunda-feira, 12 de junho de 2017

12 de junho de 2017

Qual produto você vende? A língua portuguesa? Mesmo errando incontáveis vezes a gramática? A vida não é sobre eu ou você, a vida é sobre todos ou nenhum. Entretanto, não é toda parte do tempo que a vida é assim. Ultimamente venho experimentando uma noção especial do que é ser ninguém ou simplesmente não significar coisa alguma! Há em mim um desânimo amargo sobre a vida, sobre o presente e também sobre o futuro. Às vezes acho que nada em nenhum momento fará real sentido, e talvez esse seja o sentido, e se você está achando difícil ler isso imagina só então como deve ser perturbador para mim ter isso pairando em minha mente todas as noites antes de dormir. Falando em dormir tirar uma soneca de horas ou quem sabe de dias deveria ser regra nos tempos em que vivemos e não um luxo ou exceção: está impossível viver...
Qual produto você vende? Todos nós vendemos um! Você já descobriu o seu?

Roberta Laíne.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Você me provoca sorrisos bobos os quais me fazem pensar que os crepúsculos irão durar para a vida eterna.

- roberta laíne

segunda-feira, 27 de março de 2017

domingo, 26 de março de 2017

Minha família diz que meu nome não era pra ser Roberta, mas, sim, Das dores. Bem, acho que posso ser Roberta e sentir todas as dores do mundo em mim. Não ia gostar de ser Das dores, mas aceito ser Roberta das Dores e todas suas sentenças. Acho que se eu não sentisse todas as dores que sinto eu não seria Roberta, muito menos Das Dores. Penso que todas dores do mundo possam se aquecer em mim, possam se acoplar aqui, no meu corpo, entranhar na minha pele, virar foto de minha retina. Não penso em Dores como algo áspero e negativo, quando penso em dor penso naquele momento que o atleta com a cintura e mãos para cima corta a fita, sorri de dor de cansaço e dor de alegria. Penso em dor como algo contente, não como a dor que chora, deixa a cabeça pra baixo, ou as pernas fracas. Penso na dor como algo que precisa existir, precisa se chocar contra nossos corpos, precisa entrar em contato conosco, para que, ao término, saibamos o que é sentir...

roberta laíne.