sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014


O que somos?
Nada,
Absolutamente nada.
Morremos como todo mundo,
E no final, todos temos o mesmo direito:
7 palmos abaixo da superfície..

- roberta laíne.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014


Teus braços - amarrotando minha camisa, 
Por conta de tuas mãos...
Com medo que eu vá embora.

-roberta laíne. 

Escrever para ti... Escrever para ti por quê?
 Cartas para ninguém, 
Você se esconde, 
Você não ler;
 Você não lembra de minha existência, 
Ou se lembras, 
Lembras de se esquecer...
Escrever para ti por quê? 
Quantos versos a mais tu roubarás de mim sem merecer? 
Tu leres? 
Tu vês? 
Sabes tu o quanto eu amo você? 
Escrever para ti para quê? 
Tu te vais de mim como vento em campina, 
Foges de mim como álcool em tampa aberta, 
E na hora de  escutar, 
De eu dizer, 
O eu te amo já evadiu-se no ar, 
Já fostes embora há tempos em que eu não pude ver; 
Então para quê? Para quê escrever a você? 
Se leres não te comoves, se te comoves por quê não vês? 
Te pedir para ficar comigo se tornou água, 
E se um dia tu leres isto,
Apenas empilhará junto a todas as coisas que um dia escrevi a ti, 
Por que amar, tu não me amas não!

- roberta laíne.
[...]

Tão incabível que coube em mim ..

-roberta laíne.
— Eu te amo, 
Disse eu com a voz branda em lá bemol..

— Você tem certeza?
Perguntou-me indecisa depois de três palavras tão harmoniosamente saltando
de meus lábios..

— Sim! Eu te amo, 
Te amo desde a primeira vez em que a vi, 
Você tinha dois lados para sentar-se, e você escolheu ao meu.

Querida M...
- roberta laíne.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Parece sólido, mas não é.
Sentimento solto que baila pelos confins do ar
Um abismo, que desce devagar a vagar dentro de mim; 

Parece sólido, mas não é.
Desce como pluma, mas tem o peso de dois rios fadados do amor
Olhando da janela de meu quarto parece sólido mas não é.

Desce em seco e arrastado, ácido para dentro de mim; 
Como a larva de vulcão malvado, vulcão castigada,

Desce preso, 
E quando enfim desce,
Em dó menor faz cantarolar o calejado coração.

Perece sólido, mas não é.


- roberta laíne.
[...]

Falta muito humano nessa gente toda ..

- roberta laíne.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Sempre escutei mamãe dizer: " eu fiz minha parte " .. 
Quando pequena, nunca entendia o porquê dela dizer isso para os outros e não para mim, filha também. Porém, anos para cá mamãe começou a designar-me o tal veredito, não sabia eu, que doía escutar "eu fiz minha parte" mas presumia que não era algo tão bom, vindo do semblante mais austero de mamãe. A verdade é que eu estava crescendo, amadurecendo, ou pelo menos tentando, - às vezes somos empurrados pela vida - e, agora, já sabia de fato o que mamãe queria dizer o tal de " eu fiz minha parte " .. 
Tem certas coisa na vida, que tentamos, tentamos, e tentamos até chegarmos no exato momento que a coisa mais eloquente que pode sair da gente é um:
 " eu fiz minha parte "

-roberta laíne.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Rascunho número 15:

Um pai pra dizer eu te amo.

- roberta laíne.

sábado, 15 de fevereiro de 2014



Esperança é uma palavra encantatória, que silenciosamente nos convida a ilusão..

-roberta laíne.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

E no final das contas você vai sentir minha falta...
Querendo ou não você sentirá minha falta, 
Será minha falta que te fará falta. E,
No final das contas fará uma falta imensa em teu coração,
minha falta...

- roberta laíne.

Por que bulas são tão malvadas?


Por que ?

..

- roberta laíne.