quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Somos incompletos! Não adianta correr contra o tempo, ou contra o que quer que seja, somos incompletos! Incompletos na fala, nos gestos, no andar, no dormir, no acordar, no passado, no presente, no agora, no depois, na vida. A incompletude é uma rede velha que nos deitamos de segunda a segunda e que nos embala no decorrer dessa via perigosa chamada vida, e digo mais, ninguém, digo ser humano e com "qualidades" humanas, consegue ser completo, no mínimo que seja sempre vai faltar uma pitada de sal, uma colher de açúcar, dois dedos d'água, uma xícara de café, meia tigela de trigo, uma conta de luz para pagar, uma barba por fazer, um cabelo pra cortar, uma bobagem de se dizer. Tipo isso que escrevi, que possivelmente você vai estar distraído demais para está lendo, ou ocupado demais para estar se dispersando. Tanto faz, sempre falta algo mesmo,

Uma xícara de chá

- roberta laíne.

Nenhum comentário:

Postar um comentário