sábado, 18 de janeiro de 2014

Vamos!
Me bata,

Esbofeteia minha face! 
Atira tuas unhas contra minha pele e desconta todo o teu desconforto em mim,
toda tua saudade inflamada, e angústia reprimida .. 

O que estás esperando? 
Sei que anseias fechar o punho e deslocá-lo até o lado esquerdo de minha face, 
então por que não me machucas fisicamente de uma vez por todas?

Grita! 
Grita todas as tuas lágrimas e vem de encontro ao meu corpo,
vomitando todas as tuas dores
 até que eu enfim te abrace e o mundo pare de girar ...

- roberta laíne.

7 comentários:

  1. Sinto saudade do que poderia ter sido um dia, dos beijos e toques não dados, saudades de uma vida com você! Sem mais, sem depois!

    ResponderExcluir
  2. ... Quem é você? E como podes sentir saudades de algo que poderia ter sido um dia? Não tivestes a capacidade de tornar real? ...

    ResponderExcluir
  3. Você não quis que fosse real, mas mesmo não sendo real para você o que eu sinto por ti é muito real para mim

    ResponderExcluir
  4. Ishii..
    Tadinho desse anônimo(a)
    Ama platonicamente e não tem coragem de declarar seu nome.

    - Vasconcelos ;)

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Ei Rô eu admiro muito você e eu te acompanho desde seu antigo blog, meu eu despido, você sempre me toca com suas palavras... Beijo Rô!

    ResponderExcluir
  7. Rô? rs meu eu despido? ... rs É, acho que já sei quem você é, talvez, já viestes por aqui alguma outra vez quando sentiu saudades e por meio do anonimato também. Mas pode ser um equívoco. De qualquer forma, obrigada por lembrar do Meu Eu Despido, fora onde tudo começara, e, desse modo, fico muito feliz em saber que meus punhados de verbos possam tocar outrem por tanto tempo.

    ResponderExcluir