segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Preciso de um recomeço nem que seja utópico ..

Preciso de um recomeço, nem que seja mero fruto de minha imaginação, preciso te pôr mais como segundo plano, pois você não me vem pondo como primeiro. Você ainda não se deu conta do quão me deixou solta no ar, e o mesmo ar está me levando para outros rumos que não são mais os seus, você está ficando longe demais para que eu possa te ver e te pôr sob a vigília de meu olhar, e não vou mentir que ainda tenho um certo medo de você se ferir e sangrar, você mal aprendeu a andar e já quis sair pulando, sonhando sempre mais além, é lindo, mas tenho medo de que alguém te machuque e eu não esteja por perto para dizer "Acalme-se" ou " Ei, eu estou aqui ", é, realmente tenho muito medo, pois o mundo lá fora é cheio de dizer eu estou contigo, e na hora em que você mais precisar, o contigo se torna ninguém. Eu te amo, eu amo, eu te amo, eu te amo com todas as forças de meu ser, eu te amo, mas eu não posso mais querer estar no seu mundo que tanto difere do meu, eu não posso mais voltar de onde você me pôs para fora, mesmo sendo no momento da raiva e desespero, mas me pôs. Eu preciso te deixar seguir sem meus braços que mesmo fracos seguravam algumas de suas quedas. Eu preciso recomeçar, eu preciso de outro alguém para abraçar e sonhar no anoitecer, eu preciso que você não mais precise de mim, eu acho que na verdade eu preciso de meus antigos livros e de minha penumbra que escondia as lágrimas que tanto enxaguaram meu rosto. Eu não preciso de uma festa, gotas de álcool por entre minhas veias e muita gritaria, eu preciso de silêncio, uma certa paz, um pouco de poesia, uma natureza viva, um quarto bagunçado e gotas de café para manter-me acordada, viva. Eu preciso de um recomeço, mas esse recomeço será singular. Eu não preciso mais de uma chance, tem certos erros que eu não sei consertar, quero apenas recomeçar, agora vai ser sozinha, estou cansada de deixar a porta de meu quarto destrancada e entreaberta na esperança de você voltar, hoje ao anoitecer fecharei a porta de meu quarto e apagarei a ilusão de você. Preciso recomeçar, nem que seja tudo uma mentira, nem que seja uma utopia, mas preciso recomeçar. Sim, será sozinha, e não é egoísmo, é apenas fruto de uma ferida recém aberta que não cicatriza há alguns dias.. não quero mais enganar a mim, então não preciso recomeçar em lábios que não tem o doce do seu, nem abraçar um abraço que não era para ser meu, que não envolve por completo meus braços, não preciso de um olhar que não consigo adentrar como eu penetrava o seu, nem de um cheiro que é doce demais para ser o seu.. eu não preciso me enganar nem enganar outro coração, então recomeçarei sozinha ... e será a minha mais linda utopia .

-roberta laíne. 

2 comentários: