terça-feira, 29 de abril de 2014

Deixe suas roupas a cá, pendure-as ali, e leia de fato, o que tanto falo, que faltas me faltam, que verbos que me embalam, eis os meus poemas de quarto ...

- roberta laíne

Nenhum comentário:

Postar um comentário