segunda-feira, 23 de abril de 2012

Vislumbrando a chuva..



E aqui estou limitada, sobre grades, vislumbrando a chuva que cai la fora e aqui dentro de meu coração, molha a terra, molha a planta, tímida, molha a vida, faz canção com seu pinga pinga e muda de nota sempre que o vento passa, e eu ? Eu vou parando esse poema, pois não resisti só de olhar.. olha eu já na chuva, toda encharcada, saí para olhar as estrelas, mas não havia alguma, comecei a compor e terminei em banho de chuva.

- roberta laíne.

Nenhum comentário:

Postar um comentário