sábado, 9 de fevereiro de 2013

Eram descabidos os teus olhos,

Tentei coubê-los em tudo o que via
Tentei pô-los na fresta de esperança que havia em minha retina,
Tentei, mas não cabia.

Não cabiam na caixinha que vovó deu-me com duas agulhas e linhas
Não cabiam dentro da geladeira de minha casa
Não cabiam no sótão, ou no armário imenso da titia
Não cabiam nos teus 1 metro e 70 de altura,
Não cabiam dentro de minha vizinhança, ou do sítio de minha vizinha


E quando dei por mim, em nada cabia.

Eram descabidos os teus olhos,
nem no planeta terra cabia,
muito menos na mala enorme de minha prima.

-roberta l;

Nenhum comentário:

Postar um comentário