quarta-feira, 23 de julho de 2014



"Vai pro inferno ..."
Essa frase adentrou em meus ouvidos e perdeu-se nos ilimites do meu cérebro... Fora a última frase dela, "Vai pro inferno ..." 
De todo, não fora tão ruim assim como soa, e nem a pior última frase desse mundo,
o problema, é que eu não sabia ao certo onde era o inferno
― até descobrir que CONVIVO com ele todos os dias,
desde quando papai resolveu ir embora e não mais voltar e desde quando passei a ser dependente de medicamentos.

Nem sempre contigo,

b

- roberta laíne.

Nenhum comentário:

Postar um comentário