sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Entre a Vida e a Morte: Meus Oito Anjos.

            É, graças a Deus estou viva, sim agradeço a ele indubitavelmente em 1o lugar, mas tenho meus segundos lugares para agradecer, e meus segundos lugares tenho: Pablo, Bárbara, Manu, Ana, Lorrane(Lolô),  Janaira, Rafaela e Natália.
            Meus grandessíssimos perfeitos, talvez se não fosse por vocês na hora em que meu coração apertava, eu não estaria aqui com meus objetos favoritos, papel e caneta em mãos, é, pois estava eu e meu coração muito mal e, enquanto Rafa e Janaira desesperadas me seguravam, pedi incontáveis vezes para que chamassem vocês, ao chamarem, vocês vieram e essa vinda tem muita história, sandália que se quebrou, Manu que é lerda se acelerou, Natália que passou do hospital e já estava quase em outro, (risos) foram tantas confusões, mas graças a Deus vocês chegaram até mim, mesmo muito mal, meu coração confortou-se em saber que estava eu na presença deles, meus, somente meus perfeitos. Meus queridos anjos da guarda.
            Queria muito eu ter uma palavra que fosse da mesma proporção da gratidão e do que devo a vocês, descobri que “muito obrigada” é uma saudação pequena demais para compensar tudo que vocês fizeram por mim. E descobri também que pena tenho eu de quem não mais acredita nas pessoas e que no mundo ainda existam anjos, como vocês oito.
            Ah meu Pablo, todo agoniado, me viu mal e esqueceu até de pensar em comida, RS, e ainda conseguiu fazer graça para descontrair a tensão. Brigou até com a enfermeira.
            Ah minha Bárbara, tanto, mais tanto pedi para te ligarem na hora que eu estava ruim, você que sempre protegeu a mim, me passa segurança e me é luz na escuridão.
            Ah querida Manu, tua presença também muito me ajudou, disseram-me até que você falou ’o’, rs.
            Ah minha Ana, somente nós sabemos o quão o coração é um órgão meio desordenado, às vezes bate mais rápido ou às vezes quer nos deixar. Devendo-te uma sandália hein Ana? Prometo ser da pucca, estou te devendo uma ou então ajudo com os R$10,00 que faltaram, rs.
            Ah minha Lorrane, por que não entrastes para me ver? Sei que era nervosismo, mas tanto te procurei lá naquela sala para ao menos dizer: calma lagartixa! Rs’, mas só o fato de saber que estava lá fora, que também tinha ido me ver já me confortou.
            Ah minha grande Janaira, que apoio grandioso me deste, apesar de você ter saído para espairecer e ter voltado pronta para ir a uma festa na arena, banhada, de batonzinho e, segundo o Pablo, com os cabelos brilhando, rs. Minha grande amiga obrigada, mais muito obrigada por segurar minhas mãos no momento de apreensão.
            Minha rafa, minha, minha, fortes um anjo que não me acalmou muito não sabias? rs’disse para mim inúmeras vezes que eu iria morrer, que minhas mãos estavam muito geladas, que eu estava soando demais e que estava ficando roxa, rs muito obrigada viu rafa? Mais esse muito obrigado foi por tuas mãos segurando as minhas quando eu mais precisei, do teu olhar de desespero quando viu os meus, e de tua fé rezando para deus me proteger. Da prova que eu teimosa insisti em fazer, te fiz acordar as 6. Fiquei sabendo que na minha ausência ainda usou minha blusa? E ainda riu de mim só de fraudas na UTI, rs’ ah rafa, presente de Deus é você.
            Ah minha, minha, minha, minha, só minha, querida Natália, o anjo que do meu lado não me abandonava, ninguém conseguia ficar perto de mim por muito tempo e segurar minhas mãos, que anjo forte você é? Depois que segurou minhas mãos não mais veio a soltar. Te pedi tanto a Deus, a cada batida mais rápida que dava meu coração ao segurar minhas mãos as dores do meu peito amenizava, e eu tão agoniada, comecei a chorar e disse que te amava, pedi para que não me deixasse morrer, e mesmo amedrontada você beijou-me a testa e criou forças me prometendo que nada iria acontecer comigo. Deu-me ar quando aquele aparelho pouco me dava, soltou-me as mãos apenas quando na UTI eu estava, “anjo bom amor perfeito no meu peito”.
            Meus oito anjos, obrigada por na terra estarei e me protegerem do medo que me maltratava, caso vocês encontrem uma palavra que substitua o muito obrigada, me avisem para eu vos dedicá-la.


- Roberta Laíne .

2 comentários:

  1. Incrível esse post. Mas a parte da Rafa não tem combate, eu ri mto aqui. É bem a cara dela msm fazer esse tipo de comentário em momentos tensos.
    Deus te deu uma segunda chance, ele ainda não quis tirar alguém tão importante desse mundo. Vê se num apronta outra dessa com a gente viu? Rs'Xau *-*

    ResponderExcluir
  2. ownt ownt Juh, muito obrigada pelas palavras, não sabes o quão foram importantes a mim, irei aproveitar essa segunda chance que Deus me deu para fazer mais o bem, conectar-me mais com ele e aumentar a cada dia que passa a minha fé, muito obrigada por sua amizade e mais uma vez por suas palavras .. grande juh sz'

    ResponderExcluir